Juventude |
Cruz e Ícone de Nossa Senhora
Peregrinação dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude
<<
1/
>>
Imagem

Peregrinação, de 3 a 6 de Abril de 2020, dos jovens portugueses a Roma para acolherem os símbolos da Jornada Mundial da Juventude, a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora.

Com a sua primeira edição oficial em 1986, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) foi desde cedo acompanhada pelo seu primeiro símbolo oficial: a Cruz. Feita em 1983, por ocasião do início do Ano Santo da Redenção e entregue aos jovens por São João Paulo II em 1984, a Cruz Peregrina tem sido, desde aí, levada em peregrinação pelos mais diversos países do mundo.

Tendo já passado por todos os continentes e peregrinado, em particular, por todas as Dioceses que acolhem a Jornada Mundial da Juventude, esta Cruz também já passou por Portugal, ficando no Santuário de Fátima, por duas ocasiões: a primeira, em 2003, em preparação para a JMJ de Colónia, e posteriormente em 2010, em preparação para a JMJ de Madrid.

Apesar de esta Cruz ter começado como único símbolo da JMJ, esta viria a fazer dupla, a partir de 2003, com o Ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani (Protectora do Povo Romano). Este ícone é uma réplica do Salus Popoli Romani original que, segundo a tradição, tem a sua origem no século VI d.C., tendo sido pintado por S. Lucas e chegado a Roma no ano de 590 pelas mãos de Santa Helena, mãe do Imperador Constantino.

Tendo este novo ícone sido apresentado pela primeira vez no ano de 2000 e começando, enquanto símbolo, a peregrinar juntamente com a Cruz na Jornada Mundial da Juventude de Colónia, Alemanha, estes dois símbolos acompanham agora, lado a lado, todas as Jornadas.

 

Símbolos em Lisboa

O início da próxima passagem da Cruz Peregrina e do Ícone da Jornada Mundial da Juventude pelo nosso país está marcada para Abril do próximo ano de 2020. Desta vez já a propósito da JMJ de 2022 em Lisboa, os jovens de todo o país irão em Peregrinação a Roma, de 3 a 6 de Abril, para receberem e transportarem os símbolos para Lisboa, local onde tanto a Cruz como o Ícone vão permanecer e de onde começarão a sua peregrinação por todas as Dioceses de Portugal.

São estes os dois símbolos que todos estamos convidados a receber, em Peregrinação a Roma, no próximo Domingo de Ramos. De 3 a 6 de Abril de 2020, em Roma. Fique atento!

A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
No momento em que traço estas notas, o mundo anda em rebuliço: vastíssimos incêndios a ceifar vidas...
ver [+]

António Bagão Félix
Escreveu Miguel Torga na sua carta ao romancista e poeta brasileiro Ribeiro Couto (“Traço de...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES